Roger Federer, número três do ranking mundial, foi este domingo eliminado nos oitavos de final do Open da Austrália pelo jovem grego Stefanos Tsitsipas.

Numa longa batalha de 3h45m, o tenista suíço de 37 anos perdeu em quatro sets com o grego, 15.º jogador da hierarquia mundial, que venceu por 6-7 (11-13), 7-6 (7-3), 7-5 e 7-6 (7-5)

No final, Tsitsipas, de 20 anos, afirmou: «Sou o homem mais feliz do Mundo neste momento. Nem consigo descrever o que sinto».

«O Roger é uma lenda do nosso desporto, tenho imenso respeito por ele. Tem jogado tão bom ténis ao longo dos anos. É o meu ídolo desde que tinho seis anos e foi um sonho realizado para mim só o facto de estar aqui neste court a defrontá-lo. Ganhar é indescritível».

Após eliminar o detentor do título, Tsitsipas vai agora defrontar nos quartos de final o espanhol Roberto Bautista-Agut, 22.º jogador do mundo, que afastou o croata Marin Cilic, sétimo.

Já Rafael Nadal, segundo do ranking mundial, qualificou-se para os quartos de final ao bater o checo Tomas Berdych.

O tenista espanhol venceu o 57.º do mundo em três sets, pelos parciais de 6-0, 6-1 e 7-6 (7-4), em duas horas e cinco minutos e vai agora defrontar o norte-americano Frances Tiafoe, que derrotou o búlgaro Grigor Dimitrov.

Outro dos grandes nomes que fica pelo caminho neste torneio é alemã Angelique Kerber, número dois mundial, que foi eliminada pela norte-americana Danielle Collins, 35.º do ranking.

Danielle Collins precisou de menos de uma hora para afastar Kerber, vencedora em Melbourne em 2016, pelos parciais de 6-0 e 6-2.