Os dois jogadores estavam livres, depois de terem terminado o contrato com os respetivos clubes, tendo ambos assinado por uma temporada com o Sanliurfaspor.

Diogo Valente, extremo de 30 anos, terminou contrato com o Cluj, da Roménia, que nas duas últimas temporadas já tinha emprestado o jogador à Académica, primeiro, e ao Gil Vicente, depois.

Já Edinho terminou contrato com  oKayseri Erciyesspor, clube ao serviço do qual realizou 26 jogos e apontou dez golos. A boa época do internacional português não chegou para evitar que o clube ficasse no penúltimo lugar e por isso despromovido à II Liga.

No  Sanliurfaspor, Diogo Valente e Edinho vão encontrar o também português Toni Silva, extremo de 21 anos que fez a formação no Benfica e na última época representou o CSKA Sofia, e o costa-marfinense Magique, extremo que já representou a Académica.