«Para o capitão deles cuspir no meu adjunto no fim do jogo, mostra bem o que é este clube», disse Phil Brwon, citado pela «BBC».

Fabregas recupera de uma operação ao joelho, mas juntou-se aos colegas no relvado após o apito final. O treinador do Arsenal, Arsene Wenger, afirmou não «saber nada sobre o assunto», mas Brown foi contundente: Estava lá e testemunhei. Cuspiu no meu adjunto no túnel, é esse o capitão deles. Espero que esteja orgulhoso dele próprio. Cuspiu nos próprios pés.»