Tulipa, treinador do D. Chaves, em declarações no final da vitória (1-0) sobre a Naval, em jogo da primeira-mão das meias-finais da Taça de Portugal:

«A equipa ganhou, mas mesmo que não tivesse ganho estaria aqui com felicidade. O que tínhamos que fazer, fizemos bem. A equipa foi compacta, solidária, cumpriu o que tínhamos trabalhado e foi premiada já na parte final do jogo. É um resultado que abre perspectivas para a segunda-mão.

Tinha dito que era importante marcar e não sofrer golos, por isso considerava o 1-0 um bom resultado. Conseguimo-lo e isso foi muito bom. Disse que tínhamos 40 por cento de possibilidades contra 60 por cento da Naval, agora inverteu-se tudo, temos 60 por cento, contra 40 por cento da Naval.

O que achei o golo anulado ao Diego Ângelo? Não tenho por hábito analisar o trabalho do árbitro. No meu ângulo de visão, não dá para ver, mas o que me parece que a falta seria a nosso favor e não a favor da Naval. O primeiro amarelo ao Samson também me dizem que foi exagerado. No cômputo geral o árbitro esteve bem.»