Declarações do treinador dos sub-19 do FC Porto, Mário Silva, ao Porto Canal, após a vitória por 3-0 ante o Hoffenheim, nas meias-finais da UEFA Youth League:

«Jogo muito difícil, falei disso na antevisão. Uma equipa organizada, forte fisicamente, bem tecnicamente, iria criar bastantes problemas. Preparámos este jogo de forma a sermos consistentes defensivamente e, num momento de transição, no qual somos fortes, podíamos criar danos no adversário. Vitória justa, expressa, merecida, numa meia-final. Continuamos sem sofrer golos, era um dos nossos objetivos e agora tudo pode acontecer.»

«Queria deixar de falar do jogo e peço desculpa, para felicitar os atletas que não estão cá. Nós temos um plantel e é esse plantel que tem sucesso, é esse plantel que ganha. Neste momento dei os parabéns a estes jogadores que estão no relvado, não esquecendo os que não estão cá. Uma palavra para eles, estamos juntos, apesar de não estamos fisicamente, estamos ligados. Vamos continuar a trabalhar para sermos melhores e só juntos triunfamos.»

FC Porto bate Hoffenheim e garante inédita final da Youth League

«A primeira parte foi dura, mas conseguimos controlar os momentos ofensivos do adversário, fomos consistentes e conseguimos marcar. Ao intervalo, sabíamos que provavelmente a equipa adversária ia arriscar e, nos momentos de transição, podíamos marcar mais. O plano de jogo funcionou. Os atletas deram tudo. Agora, vamos tentar tornar realidade este nosso sonho. Estes jogadores ficam ligados ao clube por serem os primeiros a chegar a uma final. Agora, queremos ficar ligados na história do clube por termos ganho esta competição, sabendo que, seja qual for o adversário, as coisas vão ser difíceis.»

[Barcelona ou Chelsea, preferência:] «Vou ser sincero, prefiro a minha equipa. Tem sido esta a nossa virtude, acreditarmos em nós. Sabemos que, seja qual for o adversário, vai ser difícil, mas acima de tudo, contamos connosco, com um FC Porto forte na final, para levar a taça para Portugal.»