«Espero um jogo com um grau de dificuldade semelhante aos que já tivemos em casa e um Marítimo igual a si próprio. Não é possível pôr alguns jogadores em campo e pedir-lhes para jogarem de uma maneira diferente. Os jogadores rápidos não vão jogar devagar, os que procuram espaços não vão estar parados e os que têm características ofensivas não vão mudar a sua postura», assegurou o técnico na antevisão do encontro, em declarações reproduzidas pela Agência Lusa.

O Paços vem de uma derrota frente ao Benfica, no Estádio da Luz, que Ulisses Morais garante não ter afectado a equipa: «A derrota na Luz não altera, nem põe em causa, o nosso percurso. Temos agora de nos alinhar para um outro jogo, de identidade diferente, mas de igual grau de dificuldade.»

Os «castores» estão no oitavo lugar da Liga, com 29 pontos, mais dois que o Marítimo, que é 11º. Uma vitória, para qualquer uma das equipas, continua a dar esperança de uma eventual qualificação para os lugares de acesso às competições europeias.