Os parciais revelam quase tudo: 2/6, 7/6, 3/6, 6/3 e 6/4, numa luta que terminou com Djokovic a quaalificar-se pela quarta vez consecutiva para a final do US Open. Wawrinka foi um vencido duríssimo de bater.

«Não comecei bem, mas encontrei depois o meu melhor ténis», resumiu Djokovic, líder do ranking ATP.

Na outra meia-final da prova, o favorito Rafa Nadal defronta a esta hora Richard Gasquet.