Nuno Assis dedilha notas de encanto

Extravasa beleza, devassa linhas monocórdicas e impõe as mais belas notas da sinfonia vitoriana. Momento de puro deleite, ao driblar adversários e a servir Yves Desmarets para o segundo golo do Guimarães. Maneja a bola com cumplicidade, carinho, entrega emocional. Incapaz de um golpe rude no couro, de um atentado a uma relação intensa e correspondida na medida certa. O Mundial é muito mais do que um sonho. O seu futebol impõe um olhar atento a Carlos Queiroz.

Roberto, imagem de marca

Aríete da máquina vitoriana, testa de ferro dos negócios do ataque minhoto. Quarto golo na Liga, num belo golpe de cabeça ao primeiro poste, após canto da esquerda. Um lance que é a sua imagem de marca, de resto. Imperador das alturas, forte e interventivo. Referência importante para os criadores da equipa. Jogo de luta, de aplicação exemplar.

Desmarets, francês castigador

Bem aberto na esquerda, a atrair e confundir oponentes. Marcador do canto gerador do primeiro golo, autor do segundo. Leitura atenta da brilhante obra-prima de Nuno Assis e finalização condizente. Fuzilamento inclemente de pé esquerdo, olhos nos olhos com Rafael Bracalli, Fervilha emoção, potência, consistência. Bela partida.

Pecnik, a centímetros da glória

Agitado, inconformado no banco de suplentes. Lançado à arena das decisões, reagiu com um pontapé do outro mundo. A 40 metros da baliza de Nilson, bola saltitar e cá vai disto. Uns centímetros ao lado e entrava direitinho para a galeria das imagens inesquecíveis da Liga 2009/10. Assim, fica o registo. O esloveno sabe bem o que quer.

Thiago Gentil, sucessão pe(n)sada

Produto trabalhado nas escolas de formação do Palmeiras e enriquecido com várias mostras internacionais. Não é fácil ser olhado como o sucessor de Ruben Micael, mas o brasileiro tem pinta de craque e pormenores de eleição. Parece ainda pisar com cautela os relvados nacionais. Está a ganhar confiança. Remata bem, principalmente de pé esquerdo. 29 anos, experiência e cartel prometedor.

Gustavo Lazaretti, segurança máxima

Bela descoberta do V. Guimarães no Novo Mundo. Trave-mestra de uma das melhores defesas do campeonato. Compenetrado, confiante, praticamente imbatível pelo ar e sem qualquer receio à flor da relva. É um dos melhores centrais do campeonato. Faz com Valdomiro uma dupla muito interessante.