Depois de 34 anos de «seca», o PAOK de Vieirinha e Sérgio Oliveira sagrou-se neste domingo campeão grego e os festejos foram «à grande e à grega», não faltando, como se podia esperar, um enorme espetáculo de pirotecnia.

O conjunto de Salonica precisava apenas de um empate na receção ao Levadiakos na penúltima jornada do campeonato, mas impôs-se com uma goleada por 5-0 e as celebrações já estavam preparadas.

O estádio tornou-se num enorme caldeirão de fogo de várias cores, com os adeptos a darem voz à alegria do título histórico.

Sérgio Oliveira foi titular, e o capitão Vieirinha, que está a contas com uma lesão grave, entrou em jogo aos 90 minutos só para festejar em campo com os companheiros.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Η δυναμη μου ....🖤

Uma publicação compartilhada por Andre Vieirinha (@vieirinhaofficial) em

A festa passou depois do estádio para as ruas de Salónica e foi a loucura total.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

🏆#champions2019 #slgr @paok_fc ... #champions #superleaguegreece #PAOK

Uma publicação compartilhada por Super League Greece (@super_league_gr) em