«Neste momento, eu não presto nenhuma declaração, agradeço que compreendam o meu silêncio», disse o dirigente, à saída da conferência. «Quando eu decidir falar, informo-os», prometeu.

Lucílio Baptista, árbitro da final da Taça da Liga, também estava convidado para a conferência, subordinada ao tema «A psicologia no contexto da arbitragem de futebol», mas foi substituído por Bruno Paixão.