Josué é o sexto reforço garantido pelo F.C. Porto para a época 2013/14, pode assegurar o Maisfutebol. O médio ex-Paços de Ferreira, de 22 anos, chegou na manhã desta quarta-feira a acordo com a SAD azul e branca.

Projetado por uma época fantástica na Mata Real (32 jogos oficiais e cinco golos), mormente na segunda metade do ano, Josué passou a ser pretendido noutras paragens e chegou a estar perto de se mudar para Alvalade.

Tal como o Maisfutebol indicou em tempo próprio, o Sporting tentou contratar o internacional sub-21, mas o azedar da relação entre Pinto da Costa e Bruno de Carvalho, nos últimos dias, tornou o acordo impossível.

Portista fervoroso, Josué nunca escondeu que o seu desejo maior passava por voltar ao Dragão. Assim será. O F.C. Porto detinha ainda 50 por cento dos seus direitos económicos e, sabe o nosso jornal, adquiriu a restante percentagem ao Paços de Ferreira na terça-feira.

Para que a contratação seja oficializada, Josué terá ainda de passar nos exames médicos. O acordo será, à partida, válido por quatro temporadas.

Depois de ter jogado no Candal, clube de Vila Nova de Gaia, Josué chegou em 2007 aos juniores do F.C. Porto.

Na temporada 2008/09, Jesualdo Ferreira chegou a utilizá-lo em dois jogos da Taça da Liga: fez um minuto contra o V. Setúbal e 19 contra o Sporting, numa derrota por 4-1 em Alvalade.

Foi emprestado ao Sp. Covilhão e ao Penafiel, antes de ter a primeira experiência no estrangeiro. Vestiu a camisola do VVV Venlo em 2010/11 e começou bem, antes de desaparecer das escolhas a partir de janeiro. Fez 13 jogos na liga holandesa.

Os dois últimos anos foram vividos no Paços de Ferreira. Sobre ele, Paulo Fonseca, em entrevista ao Maisfutebol, deixara uma avaliação sincera e completa.

Aqui ficam as palavras do ainda técnico pacense sobre Josué:

«Temos a preocupação de motivar sempre quem joga pouco. O Josué não estava dentro do que pretendíamos no início da época. Tem vindo a evoluir. Valor não lhe falta e conquistou o seu espaço. Não mexi no trio do meio-campo [Vítor, Luiz Carlos e André Leão] e encontrei uma solução que vai de encontro ao que pretendo. O Josué está a um nível excelente e é difícil não apostar num jogador assim. Ele tem de perceber que não se pode acomodar».

É um jogador que necessita de uma abordagem diferente da sua parte?

«Não tenho problemas nenhum em dizê-lo: o problema do Josué não tem a ver com qualidade técnica ou pensamento de jogo. Tem a ver com a personalidade dele. Encontrei uma forma de o motivar, mas até aí tentei outras coisas que não funcionaram. Não quer dizer que funcione para sempre, mas vou fazer tudo para ele não sair da linha correta».


Artigo relacionado:

Josué: F.C. Porto tem a palavra