«A minha equipa fez um grande jogo e fiquei muito contente por ter marcado o golo do enpate, porque tínhamos sofrido no primeiro minuto. Já marquei seis golos e, nesse aspecto, está a ser a minha melhor época. Ajuda o facto de estar a jogar como número 10, nas costas dos avançados, e por estar a marcar livres, já apontei três golos dessa forma», começa por explicar, ao Maisfutebol.

Aos 28 anos, Bruno Aguiar reflecte sobre o futuro, uma vez que o seu contrato termina em Maio. O médio português evita tecer comentários sobre o próximo passo, uma vez que as conversas com o Hearts continuam a decorrer: «Termino contrato, já existiram conversas com o Hearts mas nesta altura não quero falar do futuro. Estou concentrado apenas nos jogos que faltam.»

«Não me esqueço as lesões, é verdade que cheguei a pensar que não voltaria a jogar. Felizmente, consegui recuperar, a minha época só começou em Outubro mas está a correr muito bem. Estou feliz. O melhor momento da minha carreira continua a ser quando fui campeão pelo Benfica, mas fora isso, posso dizer que este também é um grande momento», refere.

O médio português enaltece o seu crescimento no futebol escocês, onde escasseia o espaço para pensar em adornar os lances. «Aqui, há que pensar muito mais rápido, existem menos espaços e os adversários caem logo em cima. O futebol escocês é mais directo, mas por exemplo a minha equipa está a tentar mudar um pouco essa forma de jogar. Sinto que evolui nestes anos. Sei que é difícil chegar à selecção nacional, mas já estive na selecção B quando jogava no Benfica e continuar a pensar em voltar», remata o médio do Hearts.