«Quando cheguei a casa tinha várias chamadas. Depois lá consegui falar com o senhor Carlos Godinho e com o mister Queiroz», contou o avançado ao Maisfutebol.

Conseguida a ligação, finalmente, o jogador recebeu a boa notícia. «Foi uma enorme alegria. Estou sem palavras. É o ponto mais alto da minha carreira, um sonho que se concretiza», disse o jogador do AEK ao nosso jornal.

Por altura da conversa com o Maisfutebol, o jogador ainda aguardava informações para saber quando seguia viagem para Lisboa, mas o pensamento já estava em Óbidos. «Confio no meu valor e esta chamada mostra que há mais gente que confia em mim. Sei que não vai ser fácil, mas estou pronto para ajudar», disse ao Maisfutebol.

Para Edinho, o dia foi de boas notícias. Pela tarde o avançado de 26 anos tinha apontado um golo na vitória sobre o Levadiakos (3-1). «Foi um domingo em cheio», resumiu. A alegria prolongar-se-á nesta segunda-feira, quando se apresentar em Óbidos.