O número 3 mundial bateu precisamente o segundo do ranking nas meias finais, o espanhol Rafael Nadal, em dois sets: 6-3 e 6-4.

Já o 11º da tabela, o norte-americano John Isner, ultrapassou o número 1, o sérvio Novak Djokovic, em três parciais com dois tie-breaks: 7-6, 6-3 e 7-6.