«Vai ser muito complicado para nós. É em casa do campeão nacional, que está motivado e possui uma equipa com dinâmicas instituídas e jogadores que desequilibram em momentos chave do jogo», começou por dizer João de Deus.

Nesse sentido, o treinador da equipa de Barcelos prevê um jogo em que o Gil terá de se concentrar nas imediações da sua área: «Por isso vai haver momentos em que teremos que defender e ter mais gente junto à nossa baliza, mas quando tivermos oportunidade vamos fazer o nosso jogo e tentar destabilizar o nosso adversário».

O Gil Vicente até foi a última equipa a derrotar o FC Porto, em jogos a contar para o campeonato nacional, mas a verdade é que nunca conquistou qualquer ponto quando defrontou os azuis e brancos na condição de visitante. Ainda assim João de Deus faz por acreditar num resultado positivo.

«Temos que acreditar e ser competentes para entrar nos jogos para os disputar, embora reconheça que este é extremamente difícil e complicado», referiu.

Num registo pouco habitual, e quando há algumas dúvidas quanto à equipa do Gil face às ausências de Danielson e Halisson, o treinador do Gil Vicente até adiantou parte do onze que vai jogar no próximo sábado: «Adriano, Gabriel, Pecks, Luan, Luís Martins, Keita, João Vilela e César Peixoto. O resto, vocês já sabem».