«Os resultados desportivos são, em última análise, o grande juiz do trabalho e foi apenas pela falta destes que a demissão da equipa técnica foi aceite, querendo a administração do Penafiel deixar uma palavra de apreço às qualidades profissionais e humanas demonstradas pela equipa técnica», pode ler-se no documento.

O Penafiel ocupa o 17.º lugar da II Liga, com 21 pontos, estando apenas um ponto acima da zona de despromoção. Carlos Brito orientava os penafidelenses desde março deste ano.