A marca desportiva que equipa o Benfica promoveu um jogo entre profissionais da comunicação social no âmbito da apresentação de uma nova linha de chuteiras: X e Ace. Duas partes, cada uma de 15 minutos, com direito a árbitro e a dois treinadores especiais: Jonas e Jardel. O avançado ficou responsável por orientar a equipa X (de camisola preta) e o central brasileiro teve a cargo a equipa Ace (de branco), que acabou por vencer por 2-1.

«Não me imagino a deixar de jogar», respondeu Jardel, evasivo, sobre se numa eventual futura carreira enquanto treinador se imaginaria mais com o estilo de Rui Vitória ou de Jorge Jesus, que orientou o central dos encarnados nas últimas cinco épocas, antes de rumar ao Sporting.

No fim, ficou acima de tudo uma certeza. A de que, para muitos dos jornalistas que ali estiveram, o melhor mesmo (!) é ficarem-se pela escrita porque a redondinha só pode ser bem tratada pelos artistas.