Desviado para a zona central do relvado, após uma paragem na competição em que deu nas vistas por uma altercação com Vandinho, César Peixoto comprovou toda a qualidade do seu pé esquerdo e reclamou protagonismo num Sp. Braga cada vez mais europeu.

Libertou Orlando Sá para o primeiro golo, bateu o livre indirecto que culminou no segundo tento (a Liga de clubes atribui o golo a Orlando Sá, após recarga) e cruzou para a cabeça de Rodriguez, para completar o resultado. 0-3. Que pedir mais?