O treinador búlgaro, uma das grandes figuras do futebol do seu país e mundial, não recebeu proposta de novo contrato - de acordo com as notícias que têm saído na imprensa -, com aumento de vencimento, e bateu com a porta.

«Não vou treinar esta equipa na próxima época porque não me ofereceram um novo contrato. Cheguei a esta conclusão depois de uma reunião com o presidente», disse a uma rádio sul-africana.