Por isso mesmo, foi rendido por Rui Sacramento no segundo jogo, em casa, diante do Estoril (1-2), embora o clube tivesse justificado a ausência do sérvio dos convocados com uma súbita lesão no último treino da semana.

Já para esse encontro, com os «canarinhos», chegou a pairar a dúvida se não seria já Cássio, entretanto contratado, a defender a baliza, mas o facto de ter feito apenas três treinos e, até, uma questão moral, levou Sacramento a ocupar o lugar.

O ex-guardião do Leixões não esteve, valha a verdade, muito bem no segundo golo sofrido, e a experiência do colega brasileiro também pesou para que, este domingo, tenha sido a terceira aposta diferente para a posição... em apenas três jornadas.

Romário com entorse no joelho

A partida com os vila-condenses ditou ainda a lesão de Romário, logo aos 26 minutos de jogo, levando à saída do brasileiro para dar lugar a Roberto, que acabaria por marcar o golo da vitória.

O avançado, segundo foi possível apurar, sofreu uma entorse no joelho direito e irá realizar exames complementares de diagnóstico nos próximos dias, sendo reavaliado na quarta-feira, no regresso aos treinos.

Também Paulo Sérgio, que esteve em dúvida, poderá evoluir de forma limitada no início da semana (tal como terminou a anterior), em consequência também de um problema no joelho direito.

O extremo, de resto, foi lançado apenas na segunda parte, usando inclusive uma ligadura na zona afetada, mas acabaria por revelar-se decisivo ao assinar a assistência para o único golo da partida.