Jesus em tribunal: «Venho defender a minha honra»

Jesus à saída do tribunal: «Nunca esperei estar nesta situação»

 

Após cerca de meia hora de reunião entre as duas partes, foi o advogado do Benfica, João Correia, que depois de acordado com o representante de Jesus, Rogério Alves, comunicou que não se chegou a qualquer acordo.

«O julgamento está marcado para junho de 2016. Obviamente não houve entendimento», disse o representante do Benfica.