AC Milan e Juventus empataram (1-1) na primeira mão das meias-finais da Taça de Milão.

Em Milão, os rossoneri foram superiores desde o apito inicial até aos 72 minutos, altura em que Theo Hernández foi expulso por acumulação de amarelos. Antes, diga-se, a equipa de Pioli foi mais forte e valeu Buffon à Vecchia Signora.

Ficha e filme de jogo

O experiente guarda-redes italiano fez uma defesa sensacional a disparo de Calabria, aos 22 minutos. Já antes Kessie e Ibrahimovic tinham ameaçado a baliza bianconera

O conjunto de Sarri, que fez uma exibição muito cinzenta, assustou Donnarumma com um pontapé de Cuadrado. Pouco, muito pouco para a campeã italiana e candidata a ganhar todos os troféus internos.

O AC Milan demorou cerca de um quarto de hora a desbloquear o marcador. Depois de ter visto Buffon negar-lhe o golo, Rebic fez o 1-0: o croata fugiu a De Sciglio e rematou de primeira para o fundo da baliza de Juventus.

    


Volvidos dez minutos, Theo foi expulso por uma entrada sobre Dybala e o jogo mudou. Sarri lançou Rabiot e Higuaín e a Juventus foi à procura do empate. Sem grandes situações para igualar, valeu à Juve Ronaldo em cima do apito final. O português fez um remate acrobático e a bola desviou no braço de Calabria. 

O árbitro recorreu ao VAR  e decidiu-se pelo penálti. O internacional português fuzilou Donnarumma, marcou pelo oitavo jogo seguido e evitou a segunda derrota seguida da Vecchia Signora.

O golo de Ronaldo: