Sousa fez um jogo extraordinário e foi muito superior ao adversário que já eliminara em Roland Garros.

O tenista de Guimarães chega à quarta final do ano e à sexta da carreira.

O adversário de João Sousa sairá do jogo entre o espanhol Roberto Bautista Agut (24 do ranking mundial) e o norte-americano Steve Johnson (33º).

João Sousa só tem um título em torneios ATP (Kuala Lumpur, 2013) e perdeu as últimas cinco finais disputadas, quatro das quais já em 2015.

Frente ao gigante Pospisil, João Sousa só não foi superior no número de ases (8-2 para o canadiano). O jogo durou 80 minutos e teve um Sousa seguríssimo, voltando a não ceder nenhum jogo de serviço.

[artigo atualizado]