«Nunca devíamos ter perdido o primeiro jogo (1-2 em San Siro), mas agora temos de ser cautelosos. O Inter tem muito bons jogadores e um treinador muito inteligente que virá com um plano. Mas ser eliminado pelo José? Sim, acho que seria impensável», afirma Lampard ao «Guardian».

Não é ingratidão, o médio recorda que deve muito do que é a Mourinho: «Tento retirar a emoção à situação. Tenho mais respeito pelo José Mourinho do que por qualquer outro treinador com quem já trabalhei, pelo que ele fez por mim. Quero ganhar o jogo, mas não é para levar a melhor sobre ele. Só quero chegar aos quartos-de-final. Se me perguntassem no início da época quem queria que ganhasse a Taça dos Campeões se não fossemos nós, ficaria feliz se fosse o José. Ele foi fantástico comigo e ainda sou muito próximo dele.»