Rafael Miranda, jogador do Vit- Guimarães, em declarações na flash interview da RTP1, após a derrota por 2-1 na final da Taça de Portugal frente Benfica.

«As finais são sempre especiais. São jogos que são definidos nos detalhes. Acho que fizemos uma grande primeira parte, com mais lances de perigo a nosso favor. E num detalhe... Naqueles dez  minutos, um pouco de falta de atenção contra uma grande equipa como é o Benfica, definiu o jogo. A quinze minutos do final reentrámos na partida e estava por uma bola de diferença. A qualquer momento poderíamos ter feito o segundo golo e o Benfica o terceiro. Foi uma luta até ao final, mas acho que fomos guerreiros.

A primeira parte foi muito bem conseguida, mas no segundo tempo, nos detalhes, o Benfica levou a melhor.»

[O que aconteceu da primeira parte para a segunda] É difícil apontar o porquê. No balneário conversámos e o objetivo era voltar da mesma forma. Não há explicação para o que aconteceu. Na verdade não foi um apagão, mas o Benfica tem qualidade e aproveitou talvez uma falha de posicionamento que não tinha acontecido na primeira parte.»

«[Momento com os adeptos no final] Os adeptos do Vitória a cada dia surpreendem-me mais. Não preciso de explicar porque toda a gente viu o que aconteceu. Dentro de campo, quando estávamos a perder 2-0, ouvia a torcida do Vitória a gritar. Aquilo motiva-nos e por isso chegamos até ao final com hipóteses de discutir a Taça. Os adeptos a apoiar. Aquela situação espelhou o elo entre nós [jogadores] e os adeptos. Mais uma vez, realço o que eles fizeram por nós. Se estamos aqui é por causa deles. O apoio incondicional só nos motiva e dá-nos ânimo no próximo ano para a Liga Europa e para a Supertaça.»

«[Próxima época e a possível continuidade do treinador] Esta temporada nós conseguimos colocar o Vitória no lugar em que deve estar. Entre os primeiros classificados e a disputar a final da Taça. Era um objetivo que nunca escondemos. Esta temporada queriamos colocar o Vitória a lutar por títulos e a discutir a vaga para a Europa. No próximo ano já vamos iniciar a época com a Supertaça e com a presença na Liga Europa. O objetivo é fazer igual. É um grande treinador e, apesar de ser desejado por outros clubes, espero que fique em Guimarães.»