aqui

É proibido perder pontos. O campeonato entra no último terço e, na Figueira da Foz, duas equipas com ambições diferentes medem forças: Naval e Benfica não podem desperdiçar oportunidades, não podem errar, uma vez que podem ver a meta delineada ficar mais longe da vista.

A dez jornadas do final, a equipa de Quique Flores entra em campo a saber das vitórias de Sporting e F.C. Porto. O espanhol admitiu que só pensa nos encontros do Benfica e, neste caso, esse facto é uma verdade: só a vitória interessa ao Benfica para manter tudo na mesma. Esta é, por isso mesmo, a primeira de dez finais que os encarnados têm pela frente. Tal e qual os outros candidatos ao título.

É nesta altura que a pressão aumenta. O aproximar dos jogos decisivos assim o implica, mas, no entanto, Quique Flores é da opinião de que «as grandes equipas jogam sempre sob pressão». Sem Ruben Amorim, Suazo e Carlos Martins o técnico espanhol vai ter de recorrer a outros nomes para ver se o Benfica consegue, de facto, responder à exigência da partida.

Ulisses de fora para quebrar a tradição

Dizem os números que a Naval nunca venceu o Benfica. Aliás, os encarnados são o único dos três grandes que nunca caíram frente aos figueirenses (o Sporting foi eliminado em Alvalade, na Taça de Portugal). Em sete jogos, a Naval conseguiu, porém, três empates.

Historial à parte, os figueirenses vêm de um triunfo moralizador no Restelo. Ulisses Morais não pôde orientar a equipa, devido a ter estado internado, mas Fernando Mira deu conta do recado. O treinador já orientou, ainda que de longe, os treinos da equipa, na preparação final para o embate com os encarnados, mas o mais provável é que seja o adjunto a tentar quebrar a tradição invencível do Benfica frente à Naval.

Têm a palavra as duas equipas, a partir das 20h15, deste domingo.

Equipas prováveis

NAVAL: Peiser; Carlitos, Paulão, Diego Ângelo e Daniel Cruz; Lazaroni, Godemèche e Gilmar; Davide, Simplício e Marinho.

Outros convocados: Jorge Batista, Fabrício Lopes, Baradji, Hauw e Dudu, Marcelinho e Bolívia

BENFICA: Moreira; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Di Maria, Yebda, Katsouranis e Reyes; Aimar e Cardozo

Outros convocados: Quim, Miguel Vítor, Jorge Ribeiro, Balboa, Bynia, Nuno Gomes e Urreta