Com o resultado em branco, a equipa de Haifa ensaiava um ataque pelo flanco esquerdo com uma bola em profundidade, mas o guarda-redes do Bnei Lod antecipou-se e foi até junto da linha lateral cabecear a bola para fora e, assim, anular o lance.

No entanto, assim que a bola saiu, o apanha-bolas, de seu nome Ofek Mizrachi, assistiu o avançado da equipa da casa com uma nova bola, permitindo que o jogador fizesse o lançamento para um companheiro fazer golo, quando o guarda-redes adversário ainda regressava à baliza, convencido que tinha tempo suficiente para recuperar a posição entre os postes.

Um lance legal, mas polémico, que só não deu mais «barulho» porque os visitantes acabaram por virar o jogo e venceram por 2-1, para tristeza do simpático Ofek Mizrachi.

Agora veja as imagens e imagine que este caso se passava na liga portuguesa com um, ou mesmo dois, dois chamados «grandes».