«Tudo o que contribuir para a qualificação é bom. Temos o hábito de treinar as grandes penalidades, mas não hoje, antes do jogo. Podia trazer influências negativas a quem falhasse», explicou o técnico francês. «Vamos encarar o jogo pela positiva e esperar que a qualificação seja alcançada sem penalties», acrescentou.