derbycolchoneros

O resultado, no entanto, é lisonjeiro para o Real, que esteve a perder e viu o adversário desperdiçar um punhado de ocasiões flagrantes, com destaque para Kun Agüero, invulgarmente perdulário. Com Simão como único português a titular (Maniche entrou na segunda parte e Pepe ficou de fora por castigo), o At. Madrid começou cedo a ameaçar em contra-ataque e colocou-se em vantagem aos 38 minutos, num contra-ataque exemplar, conduzido por Agüero e concluído por Forlán.

À custa das acelerações de Robben, o Real Madrid foi aumentando a pressão sobre a área de Léo Franco, e chegou ao empate aos 57 minutos, num passe do recém-entrado Higuaín, bem aproveitado por Huntelaar, que no entanto estava em posição de fora-de-jogo.

A partir daí o jogo tornou-se electrizante, com ocasiões de perigo nas duas balizas, mas com Casillas a ter mais motivos de preocupação, já que Pongolle, Forlán e Agüero desperdiçaram várias oportunidades para garantir uma vitória que seria merecida. Com este resultado, o Real Madrid atrasou-se na perseguição ao Barcelona, já que os catalães voltaram às vitórias, diante do At. Bilbao.

At. Madrid: Leo Franco; Heitinga (Perea, 80), Ujfalusi, Pablo e Lopez; Maxi Rodriguez (Sinama-Pongolle, 60), Paulo Assunção, Ignacio Camacho (Maniche, 68) e Simão; Agüero e Forlan.