Maisfutebol

Tanto o médio como o jovem defesa foram operados pelo também clínico dos azuis Álvaro Machado, ortopedista, com as duas intervenções a realizarem-se no Hospital da Luz, em Lisboa.

Sérgio Organista, que não competia desde 11 de Janeiro devido à pubalgia, tem, agora, pela frente um período de recuperação de cerca de dois meses, de acordo com Rui Miller, enquanto a situação de Fábio Marques é mais demorada. O jogador de 18 anos sofreu uma entorse com gravidade, teve de ser operado aos ligamentos cruzados e ao menisco, e, nesse sentido, seis meses é o prazo estimado para a sua recuperação.