O dirigente assumiu que o Granada «recebe um milhão de euros pelo empréstimo» e que o Benfica tem «opção de compra por sete milhões».

Para além disso, clube espanhol fica com «50 por cento dos direitos brutos» do lateral-esquerdo, que fica na Luz «até 31 de junho», ou seja, final da temporada.

Assim, os encarnados poderão exercer aquela cláusula caso pretendam manter o jogador para lá de 2013/14.