2-0

«Quando o jogador é bom, sabe que pode se considerar entre os 23. Se eu começar a arrumar lugar para todo mundo, vai ficar difícil. O Brasil tem jogadores de grande qualidade em cada posição. A tendência é que o grupo permaneça o mesmo, temos atletas como Kaká, Robinho e Julio Baptista, que podem desempenhar diferentes funções, dependendo da equipe adversária», afirmou Dunga em Londres: «Montámos um grupo bom, com jogadores que estavam a fim de jogar na Selecção, com entusiasmo.»

«Cada um teve a sua chance. O Pato teve as Olimpíadas, o Ronaldinho também. Todos tiveram cinco ou seis chances. E cada um sabe como aproveitou melhor a oportunidade», insiste o técnico, que tem tido nas opções os benfiquistas Luisão e Ramires e chegou a chamar o portista Hulk.

O Brasil é adversário de Portugal na primeira fase do Mundial 2010.