O calendário de 2009/2010 abre com a primeira eliminatória da Taça da Liga, no fim-de-semana de 1 e 2 de Agosto. Os Campeonatos iniciam-se a 15 e 16 de Agosto e terminam a 8 e 9 de Maio de 2010, pois há Campeonato do Mundo a partir de 12 de Junho.

De acordo com Hermínio Loureiro, «muito se falou da organização das nossas provas». «Assim, nove clubes encarregaram-se de fazer este trabalho e elaboraram a proposta que agora apresentamos e que a Direcção da Liga aprovou. Os clubes em causa são F.C. Porto, Benfica, Sporting, Braga, Guimarães, Marítimo, Leixões, Gil Vicente e Gondomar. A questão das interrupções foi revista. Não podemos esquecer que esta época é muito difícil de calendarizar por causa das competições FIFA no final», explica.

Os clubes «fizeram o sacrifício» de antecipar o campeonato, conseguindo assim 3 jornadas seguidas sem interrupção no início do mesmo e 6 jornadas consecutivas no final. Com as alterações, até final de Dezembro jogam-se catorze jornadas, ou seja, praticamente metade do campeonato nacional.

Hermínio Loureiro e os seus pares apresentaram também as alterações ao regime do sorteio. As inovações incluem a inexistência de derbies nas primeiras quatro jornadas, a «proibição» de clássicos em jornadas seguidas e o intercalar dos jogos de Lisboa (Sporting e Benfica), Madeira (Nacional e Marítimo), Porto (F.C. Porto e Leixões) e Minho (Braga e Guimarães) para evitar o «congestionamento» das regiões. Ou seja, um dos clubes joga em casa enquanto, na mesma jornada, o rival joga fora.

Hermínio aproveitou ainda para declarar um minuto de silêncio a ser respeitado na jornada do próximo fim-de-semana pela morte do juiz Adriano Afonso.