Cardozo, avançado do Benfica, comenta a goleada deste domingo no Bonfim, frente ao Vitória, a contar para a 25ª jornada do campeonato e fala, também, sobre a titularidade:

[Sobre os 11 golos já marcados] «É muito importante para mim e para a minha equipa também. Penso que foi um bom jogo e, por isso, conseguimos os três pontos.»

[Como vão encarar os restantes cinco jogos] «Da mesma maneira que hoje, da mesma maneira que entrámos frente à Académica e creio que assim vamos vencer todos os jogos.»

[Se ainda acredita que é possível conquistar o título] «Não está fácil, mas temos de pensar em nós e não nos outros. Dependemos de terceiros para chegar ao segundo ou primeiro lugares, mas, para ser primeiro, penso que já é muito difícil. Para o segundo, vamos lutar até ao fim.»

[Se a equipa está unida] «Sempre esteve. A equipa está muito bem, vamos tentar ganhar todos os jogos e atingir o nosso objectivo.»

[Sobre o que mudou para voltar à titularidade] «Trabalho sempre muito bem, agora estou a ter mais oportunidades, estou a jogar e a fazer golos. Não sei [o que mudou]. Os treinadores estão sempre atentos à forma como treinamos, e se estamos a fazê-lo bem jogamos, se não ficamos no banco. Creio que agora estou a treinar muito bem, a jogar muito bem e, por isso, jogo mais.»

[Se a ausência de Suazo facilitou a titularidade] «Um pouco mais. Lamentavelmente, lesionou-se. Agora estou a jogar e a mostrar o que valho.»

[Se acredita ser possível bater Nené no topo dos marcadores] «Vamos ver. Se continuarmos a jogar assim penso que é possível, mas ele também está a jogar muito bem no Nacional e acho que vai ser difícil.»