O médio vendido pelo Chelsea foi mais uma vez titular e abriu os caminho do triunfo, apontando os dois primeiros golos do jogo, primeiro aos 26, depois já no período de descontos do primeiro tempo. A estratégia do PSV ficou decididamente comprometida nestes últimos instantes da primeira etapa da partida, não só pelo golo de Tiago, mas também pela expulsão do «capitão» Cocu, que viu dois amarelos.

Os franceses já traziam vantagem na eliminatória, após a vitória por 1-0 em Eindhoven, e afirmaram-se como sérios candidatos ao título ao golearam uma equipa tão forte com o PSV. No segundo tempo, com mais um elemento, o Lyon chegou ao terceiro golo por Wiltord e ao quarto, já no período de descontos, por Fred.

FICHA DO JOGO:

Estádio Gerland, em Lyon

Árbitro: David Babski (Inglaterra)

LYON: Coupet; Clerc, Cris, Muller e Abidal; Tiago, Diarra e Juninho; Wiltord, Carew e Malouda.

Treinador: Gerrard Houllier

Substituições: Carew por Fred, aos 65; Juninho por Pedretti, 76; Tiago por Clément, 80.

PSV EINDHOVEN: Gomes; Lucius, Addo, Alex e Reiziger; Simons, Afellay e Cocu; Culina, Koné e Farfan.

Treinador: Guugs Hiddink

Substituições: Culina por Vayrynnen, aos 57; Farfán por Beasley, 57; Alex por Aissati, 76.

Ao intervalo: 2-0

Marcadores: 1-0, Tiago (26); 2-0, Tiago (45); 3-0, Wiltord (71); 4-0, Fred.

Acção disciplinar: cartão amarelo a Juninho (12), Afellay (19) e Cocu (28 e 43); cartão vermelho a Cocu (43).

Resultado final: 4-0