«Eles fazem-se de vítimas mas têm um comportamento incrível, não só hoje, como tem todos os jogos, porque tenho colegas de outras equipas que também me falam isso. O Di María, hoje, lançava-se para o chão e ainda mandava beijos, para provocar. Eu tenho esposa, ele que mandei beijos para a esposa dele», desabafou o jogador, na zona mista do Estádio da Luz.

Apoiado em bengalas, com suspeita de fractura do perónio, Mossoró voltou ao ataque: «O Benfica tem uma grande equipa, não tinha necessidade de fazer isso. É isso que me deixa mais triste, ser perseguido pelos jogadores. O Benfica é a equipa que mais insulta jogadores.»

Márcio Mossoró não escondeu o seu desalento, tanto pelo resultado como pela lesão. «Não tenho nada contra o Carlos Martins, penso que foi um lance normal, que acontece. Tenho pena de não jogar mais esta época, à partida, mas fico a torcer pelo Braga. O campeonato ainda não acabou.»