«Foi um modo feio de terminar a época», disse Glock ao jornal «Darmstaedter Echo» e citado pela «Reuters». «As reacções de muitos adeptos alemães foram muito más, ao que parece, há muitas pessoas racistas que não gostaram de ver Hamilton ser campeão do mundo», disse o piloto, sobre o inglês da McLaren.

«As reacções variaram de "sabemos onde vivem os teus pais" a "devias ir para a câmara de gás"», confessou Timo Glock.