A formação bracarense ainda manteve o encontro empatado até perto do final da primeira parte, em que dispôs de algumas oportunidades, mas foi para intervalo a perder por 2-0, com golos de Alex e João Matos.

A equipa de Alvalade, campeã nacional e vencedora da Taça de Portugal, surgiu mais forte no início do segundo tempo, aumentando a vantagem aos 23 e 24 minutos, por Deo e Pedro Cary, respetivamente.

O Sp. Braga desperdiçou uma grande penalidade aos 26 minutos, por Paulinho, que permitiu a defesa a Cristiano, mas reduziu a desvantagem aos 31 num remate forte de Amílcar.

Depois de ter ganho o campeonato e a Taça de Portugal na época anterior, o Sporting inicia a nova temporada com um troféu nesta prova, que não vencia desde 2010.

Jogo no Pavilhão Multidesportos Dr. Mário Mexia, em Coimbra

Sporting-Sp. Braga, 4-1.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Alex, 16 minutos.

2-0, João Matos, 20.

3-0, Deo, 23.

4-0, Pedro Cary, 24.

4-1, Amílcar, 31.

Equipas:

Sporting: Cristiano, Alex, Caio, Deo e Pedro Cary. Jogaram ainda Paulinho, Marcelinho, Djô, Divanei, João Matos e Miguel Ângelo.

Treinador: Nuno Dias.

Sp. Braga: Beto, André Machado, Cirro, Amílcar e Miguel Almeida. Jogaram ainda Fábio Cecílio, Tiago Brito, TJ, André Coelho, Peixoto e Paulinho.

Treinador: Paulo Tavares.

Árbitros: Alfredo Andrade, Fernando Serras e Leandro Costa.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Marcelinho (26) e Peixoto (27).

Assistência: cerca de 1.500 espetadores.