«No fim do jogo, Mourinho respondeu às entrevistas, esteve numa sala a dar autógrafos e a assistir às grandes penalidades do AS Roma-Arsenal, foi cumprimentar Alex Ferguson no balneário e seguiu tranquilamente para o autocarro da equipa», disse um porta-voz do Inter, citado pela agência Lusa.

A polícia inglesa já confirmou que está a investigar o caso, na sequência de uma queixa feita por um adepto, que alega ter sido atingido com um soco, dado por Mourinho. A agressão teria acontecido junto à zona dos autocarros. As autoridades já solicitaram ao Manchester United as imagens das câmaras de vigilância.