Para estes números muito contribui o facto de «Licha» ter sido totalista na «Champions». O avançado jogou 900 minutos na competição, o que significa que esteve, do princípio ao fim, nos dez jogos disputados pelos «dragões». Com os seis golos marcados, Lisandro é, por esta altura, o quarto melhor marcador da principal competição europeia de clubes, atrás de Klose (7), Gerrard (7) e Messi (8). O argentino do Barcelona é, destes jogadores, o único que ainda está em competição, pelo que está bem lançado para arrecadar o título de melhor marcador da prova.

No que diz respeito à estatística de remates à baliza, Lisandro vai «ceder» a liderança rapidamente, uma vez que já foi eliminado, enquanto que Cristiano Ronaldo, que tem só menos um remate, seguiu para as meias-finais.

O F.C. Porto é a terceira equipa mais rematadora (68), atrás do Manchester United (69) e do Barcelona (76).

Hulk com pontaria desafinada

Se Lisandro é, por esta altura, o jogador que mais vezes acertou na baliza, Hulk está entre aqueles que mais falham o alvo. O avançado brasileiro é o quarto na tabela estatística de remates ao lado. Em 14 ocasiões atirou para fora dos postes. O «rei» desta tabela é Zlatan Ibrahimovic, que fez 18 remates ao lado. Cristiano Ronaldo tem menos dois, e está em segundo.

Destaque ainda para Raúl Meireles, que antes das meias-finais é o oitavo classificado na tabela de assistências. O médio portista fez quatro passes para golo, menos dois que Xavi, o líder das assistências.

Lista de melhores marcadores:

1. Messi (Barcelona), 8 golos

2. Steven Gerrard (Liverpool), 7

3.Miroslav Klose (Bayern), 7

4. Lisandro (FC Porto), 6

Jogadores com mais assistências:

1. Xavi (Barcelona), 6

2. Ribery (Bayern), 6

3. Fabregas (Arsenal), 5

4. Lampard (Chelsea), 5

Remates à baliza:

1. Lisandro (FC Porto), 23

2. Cristiano Ronaldo (Man Utd), 22

3. Frank Lampard (Chelsea), 17

4. Del Piero (Juventus), 16

5. Luca Toni (Bayern), 14

Remates ao lado:

1. Ibrahimovic (Inter), 18

2. Ronaldo (Man Utd), 16

3. Mutu (Fiorentina), 15

4. Hulk (FC Porto), 14

5. Robben (Real Madrid), 12

Foras de jogo:

1. Adebayor (Arsenal), 19

2. Benzema (Lyon), 16

3. Mantzios (Panathinaikos), 15

4. Vucinic (Roma), 14

5. Luca Toni (Bayern), 14

Faltas cometidas:

1. Mascherano (Liverpool), 30

2. Mantzios (Panathinaikos), 24

3. Del Piero (Juventus), 24

4. Daniel Alves (Barcelona), 24

5. Arbeloa (Liverpool), 23

Faltas sofridas:

1. Ribery (Bayern), 36

2. Ronaldo (Man Utd), 31

3. Luca Toni (Bayern), 30

4. Chamakh (Bordéus), 27

5. Milevsky (D. Kiev), 26