AO VIVO

O Barcelona, afastado pelo Liverpool na última eliminatória, irá, assim, devolver o troféu que nenhum campeão conseguiu defender desde que a competição conheceu os actuais moldes em 1992/93. A Inglaterra, mesmo com a queda do Arsenal, é país mais representado entre os oito candidatos, com o Chelsea, Manchester United e Liverpool. Segue-se a Itália, com o Milan e a Roma, a Alemanha, com o Bayern Munique, a Espanha, com o Valência, e a Holanda, com o PSV de Ronald Koeman.

O Barcelona irá entregar o novo troféu, depois do Liverpool ter conquistado o direito de preservar o anterior, depois da sua quinta vitória na prova, na final de 2005, em Instambul. A taça será entregue a Michel Platini, o novo presidente da UEFA, que, por sua vez, a deixará a cargo de Nikitas Kaklamanis, o presidente da Câmara de Atenas, para que fique em exibição, no Estádio Olímpico, até ao dia da final.

O sorteio irá definir os jogos dos quartos-de-final e as consequentes meias-finais. Desta vez não haverá cabeças-de-série, nem quaisquer restrições que impeçam clubes do mesmo país de se defrontarem. O sorteio vai contar com a colaboração de Theodoros Zagorakis, capitão da selecção da Grécia que se sagrou campeã da Europa em 2004, que foi nomeado embaixador da final da actual edição da liga milionária.

Os oito clubes apurados:

Chelsea (Inglaterra)

Manchester United (Inglaterra)

Liverpool (Inglaterra)

Milan (Itália)

Roma (Itália)

Bayern Munique (Alemanha)

PSV Eindhoven (Holanda)

Valência (Espanha)