o Maisfutebol já tinha deixado como praticamente feita

O jovem, que chegou a ser dado como em Inglaterra, mas acabou por ser convencido pelos dirigentes portistas a renovar, fica com uma cláusula de rescisão de 25 milhões de euros.

André Silva que deu nas vistas no Euro sub-19 era muito pretendido no estrangeiro, mas preferiu ficar no FC Porto. A distância entre o jovem e o clube acabou por ser ultrapassada por intermediação de Promosport, empresa que tratou exclusivamente deste dossier.

O jovem de 19 anos chegou a estar afastado da competição no FC Porto mais de dois meses, exatamente porque na altura estava a colocar dificuldades ao processo de renovação de contrato: foram nove jornadas sem jogar.

«André Silva vai na quarta temporada no FC Porto, tendo-se já sagrado campeão nacional de Sub-17. No Europeu de Sub-19, que se disputou este ano, foi o segundo melhor marcador da prova, com cinco golos, quatro dos quais num só jogo», adianta o site do FC Porto.

André Silva não é porém a única renovação. Ivo Rodrigues, também jogador do FC Porto B de 19 anos, prolongou o contrato nos mesmos moldes: até junho de 2019, embora neste caso com uma cláusula de rescisão de 30 milhões.

«A cumprir a sétima época de Dragão ao peito, Ivo Rodrigues tem estado em destaque na campanha do FC Porto B na presente edição da II Liga, na qual já apontou sete golos», escreve o site do FC Porto. 

[artigo original: 17h17]