O United estava obrigado a vencer, uma vez que o Liverpool tinha ganho este sábado, ultrapassando os red devils, que vinham de duas derrotas consecutivas na Premier League. Em Old Trafford, sem Rooney, o adversário do F.C. Porto nos quartos-de-final da Champions apresentou também uma defesa de recurso, com John OShea e Johnny Evans no eixo.

Ao intervalo registava-se uma igualdade a uma bola. O norueguês John Carew fixou o empate para os visitantes, com uma cabeçada, aos 29 minutos, respondendo ao golo de Cristiano Ronaldo, logo aos 14 minutos. O primeiro tento da partida surgiu na sequência de um livre indirecto: toque de Giggs, que permitiu a Cristiano Ronaldo bater Brad Friedel, com um remate em arco. Mas um golo de Agbonlahor, aos 58 minutos, deu vantagem aos «villains» a meio do segundo tempo, lançando o fantasma da terceira derrota consecutiva.

Nani, lançado no onze por Ferguson, foi substituído aos 61 minutos, quando a equipa já perdia por 2-1. A dez minutos do fim, Ronaldo fixou o empate, a passe de Carrick. Um grande remate de pé esquerdo, a fazer a bola entrar junto ao poste. E foi o substituto de Nani, Federico Macheda, a marcar o golo da vitória, nos descontos, após magnífico trabalho individual. Três grandes golos num jogo de grande emoção!

Eis a equipa do Manchester United: Van der Sar; Gary Neville, John OShea, Johnny Evans e Patrice Evra; Nani (Macheda, 61 m), Michael Carrick, Fletcher e Cristiano Ronaldo; Tevez (Wellbeck, 89 m) e Giggs.

Veja o vídeo dos golos: