«Dormi com mais de 90 mulheres num mês», dispara o antigo extremo numa entrevista à ESPN. «Uma nunca era suficiente. Três ou quatro por dia era uma coisa muito normal para mim».

Talvez valha a pena adicionar uma informação à peça: Bennett foi casado durante 20 anos. Mas nem o estado civil afrouxava o apetite sexual do homem. O dia seguinte ao seu casamento foi passado na companhia de uma das amantes.

«É difícil dizer o que eu amava mais. O basquetebol ou o sexo?» A resposta parece óbvia. Bennett tem 45 anos e treina actualmente uma equipa de basquetebol universitária. Apesar das muitas conquistas, é provável que não tenha chegado perto das 20 mil mulheres conquistadas pelo mítico Will Chamberlain, outro monstro sagrado da NBA.