Foi o que aconteceu a Pablo Miranda, jogador do Brown De Adrogue, da II Divisão da Argentina, na derrota diante do Boca Unidos (0-2).

O jogador, que tinha entrado no decorrer da segunda parte, teve uma oportunidade soberana para reduzir, na marcação de um castigo máximo. Assumiu o risco do Panenka, mas o guarda-redes adversário não se mexeu e limitou-se a recolher a bola com uma mão. Miranda não encontrou um buraco para se enfiar.

Ora veja: