Déjà vumeias

O número um do mundo ganhou ao russo Nikolay Davydenko, actual oitavo do ranking ATP, por 6-3 e 6-2, numa hora e 46 minutos, somando a 23ª vitória consecutiva no torneio catalão e a uma de conquistar o quinto título... seguido.

A única vez que Nadal perdeu no Open de Barcelona tinha 16 anos e defrontava o compatriota Alex Corretja na segunda ronda (2003). Recorde-se, também, que Davydenko caiu quatro lugares na classificação, na sequência de uma lesão no calcanhar esquerdo que o afastou da competição durante dois meses.

Na outra meia-final, o espanhol David Ferrer, 13º mundial, e finalista vencido em 2008, bateu o chileno Fernando Gonzalez (14º), medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim, por 2-6, 6-2 e 7-6(5), em pouco mais de duas horas.