A primeira «baixa», e a mais grave, verificou-se a escassos segundos do final da primeira parte. Pavlovic chocou no ar com Cristian Branet, guarda-redes titular do Poli Iasi, e deixou-o inconsciente durante cinco minutos. Branet foi depois transportado para o hospital, e embora apresentasse melhorias mais tarde, teve de fazer alguns exames.

Mas Razvan Plesca, o guarda-redes suplente, não se ficou a rir. A quinze minutos do fim, foi também atingido por Pavlovic e perdeu momentaneamente os sentidos. Com as três substituições feitas, e sem um terceiro guarda-redes no banco (como é óbvio), os responsáveis do Poli Iasi já faziam contas à vida, mas depois de ser assistido durante cinco minutos, Plesca lá conseguiu terminar o jogo.

Já no último jogo, Pavlovic tinha provocado danos. O antigo jogador da Académica fracturou o nariz a Stancu, jogador do Steaua.