frente à Udinese

Os milaneses estavam a perder e a falta que valeu o segundo amarelo a Zanetti foi dentro da área. Mesmo depois de o árbitro assinalar grande penalidade, o defesa não esbracejou nem reclamou. Saiu, segundo os meios de comunicação social italiana, debaixo de uma ovação.

Mas a correcção de Zanetti não se fica pelo campeonato. Esta foi a segunda vez que viu o cartão vermelho desde que está ao serviço do Inter. O argentino chegou a Milão em 1995 e foi expulso em 1999, na meia-final da Taça de Itália, frente ao Parma.