Ruben Micael, médio do Nacional, em declarações à TVI, após o final da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, frente ao P. Ferreira. Depois de uma igualdade na primeira mão (2-2), os pacenses chegam à final com um triunfo por 2-3, já nos descontos:

«Neste momento está o balneário todo a chorar. Entrámos mal no jogo, tentámos o empate, mas aquele penalty deitou tudo a perder. Se acusámos o peso do jogo? Não tem nada a ver, entrámos mal, houve logo um penalty. Se formos a ver, no Académica-F.C. Porto foi igual e o árbitro não marcou, mas as equipas pequenas não têm força nesse aspecto.»