Entre os jogadores estava Izmailov, mas o presidente José Eduardo Bettencourt não quis comentar o «caso» do médio russo, muito menos a sua chamada. «Não vou falar sobre isso», disse apenas o dirigente, que também não quis comentar a redução do castigo a Hulk e Sapunaru, do F.C. Porto. «Estou aqui para o jogo do Sporting», argumentou, garantindo que «todos os desafios são importantes e para vencer», mesmo depois da eliminação da Liga Europa frente ao At. Madrid.

O Sporting será recebido pelo presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, altura em que o clube entregará um donativo «ao povo madeirense». «O Sporting não podia ficar indiferente ao drama vivido na Região e esta é uma forma de solidariedade», disse Bettencourt.